Foto: Mariana Boro

Um lugar especial em casa! Quem não tem um preferido? Nesta produção exploramos o tema Cantos e Flores e convidamos seis escritório de arquitetura e interiores para montar espaços inspiradores na loja. A designer de flores Juliana Hames entrou na jogada com seus arranjos incríveis, mostrando como é possível valorizar ainda mais esses recortes.

Estúdio C+C

Foto: Mariana Boro

Os arquitetos Caroline Oenning e Luiz Gustavo do escritório Estúdio C+C pensaram em quebrar a formalidade da sala de estar com um arranjo mais selvagem. “Desconstruímos a ideia dos arranjos mais certinhos e apostamos numa composição com diferentes vegetações, como galhos secos e bromélias”, contam.

Foto: Mariana Boro

Ao invés dos arranjos tradicionais para a sala de estar, a intenção do escritório foi experimentar uma temática mais selvagem. Dessa forma a designer de flores Juliana Hames utilizou folhagens no lugar das flores. “Adicionei texturas em verdes, galhos e elementos pendentes proporcionando um frescor e trazendo a sensação “urban jungle” ao espaço”, explica.

Ramos & Peixoto

Foto: Mariana Boro

Um hall de entrada envolto numa atmosfera natural: Fernanda Ramos e Roberto Peixoto do escritório Ramos & Peixoto projetaram esta composição utilizando livros e objetos. O arranjo de flores ficou em destaque no centro da mesa com a paleta em tons amadeirados e nuances do amarelo em delicada sintonia.

Foto: Mariana Boro

Um arranjo centralizado para uma mesa redonda num estilo mais solto como se tivessem sido colhidas e arrumadas de uma forma bem natural, no frescor do momento. Este foi o ponto de partida criativo para a Designer Juliana Hames “Escolhi algumas flores com características mais exóticas, como a Zenziber, Urucum e Pleomeles em tom de amarelo dando um ar tropical em combinação com a suavidade das rosas em tom chá e as hortênsias esverdeadas. A soma deixou a proposta mais sofisticada”, conta a designer.

Calli Arquitetura

Foto: Mariana Boro

Dá para ousar nos arranjos, sem medo de ser feliz, ainda mais quando o ambiente tem base neutra. É o que demonstra a dupla da Calli Arquitetura que escolheu o sofá Jovi em tecido mostarda, peça que direcionou a seleção de todo o mobiliário em cena. Outro pedido especial: a Protea Cynaroides. Bela e imponente, tinha que ser a grande protagonista do canto.

Foto: Mariana Boro

A Protea Cynaroides, flor preferida da arquiteta Silvana Margarin foi escolhida para ser o grande destaque neste canto da sala. “Trabalhei com outras espécies complementando a composição como rosas inglesas, dálias, sementes, eucaliptos e elementos pendentes. Um arranjo leve e ao mesmo tempo exuberante”, explica a designer de flores Juliana Hames.

Foto: Mariana Boro

Aconchegante e confortável, este canto criado pelas arquitetas do Brand & Boing é formado por um sofá de tom neutro, estrutura amadeirada e linhas retas. “Optamos por uma composição mais contemporânea, que tem a ver com nosso estilo. Trouxemos o verde junto com tons terrosos para o arranjo, que garantiu acolhimento e sofisticação ao espaço”.

Foto: Mariana Boro

Um arranjo simples com o verde em evidência. Esse foi o briefing passado à designer de flores no canto assinado pela dupla da Brand & Boing. Foi sugerido tons monocromáticos com apenas um toque de cor para a paleta deste ambiente: “Utilizei flores marrons como a orquídea oncidium chocolate, folhas de magnólia e de dracena rubra, hortênsias em verde mentolado, trigos e calatheas verdes, agrupando os elementos para valorizar cada um”.

Sayuri Machado

Foto: Mariana Boro

Quando as arquitetas Amanda Sayuri e Clara Machado avistaram a estante Degrau na Studio Ambientes foi amor à primeira vista! Decididas a explorar a peça como elemento principal do cenário, a proposta foi montar uma instalação. “Pensamos em explorar a estante preta contrastando-a com flores pink, penduradas de cabeça para baixo, preenchendo lindamente alguns dos nichos.

Foto: Mariana Boro

Que surpresa a nossa quando a designer de flores Juliana Hames abraçou nossa ideia com muito carinho e conseguiu nos surpreender”, comentam. No cenário, a desconstrução é palavra de ordem. Livros no chão, a estante florida é a obra principal. “Simples, diferente e, aos nossos olhos, encantador!”, arremata a dupla.

Foto: Mariana Boro

A designer recebeu o desafio de criar um arranjo diferente, no estilo instalação de arte, no espaço assinado pelas arquitetas Amanda Sayuri e Clara Machado. “As flores cor de rosa e pink precisavam valorizar a estante escolhida como objeto principal e também emoldurar e preencher os nichos.

Foto: Mariana Boro

Dálias, mini cravos, rosas e flores mais delicadas suavizam e aquecem o ambiente, deixando-o mais romântico combinando com os livros e contrastando com o mobiliário escuro”.

Anna Trevisan

No canto “Verde que te quero rosa”, em homenagem ao cantor e compositor Cartola, a arquiteta e paisagista Ana Trevisan decidiu sair do lugar comum: Criou uma experiência na forma de uma instalação, onde a ambiência provocasse um encontro de muita personalidade, tendo como base a combinação das cores rosa e verde.

Foto: Mariana Boro

“Apostamos numa atmosfera feminina, divertida, refrescante, aconchegante e repleta de memórias”, conta Ana. O décor exibe uma combinação harmoniosa de materiais como a madeira clara, o cobre e a laca. Diversos tipos de vasos e cachepôs abrigam as coleções de plantas e evidenciam o mood sugerido pela arquiteta. As espécies escolhidas seguem a paleta de cores predominante do ambiente: filodendros, marantas , bromélias, cactos, begônias, folhas de heliconia, e a exótica “flor de cera pendente”.

Design de flores Juliana Hames e produção por A Casaa

E aí? Qual a sua composição preferida ? Vocês também usam e abusam de arranjos na decoração?